justiça
advocacia

Justiça

Nós da Trindamais sempre nos preocupamos em disponibilizar o melhor serviço de justiça para todos os clientes. Dentro desta área, não são poucas as dúvidas que aparecem dentro do setor. Entre estas dúvidas, você já parou para fazer a seguinte pergunta?

O que é Justiça?

Bom, segundo o próprio filósofo Platão, a justiça trata-se de disponibilizar aquilo que é próprio. Dentro disso, podemos afirmar que o simples fato de definir bem sobre o conceito de justiça, já se consolida como algo certo. Entretanto, é um assunto realmente polemico, dividindo opiniões de diversas maneiras.

De maneira literal, tal como o significado de justiça, podemos ler:

O que justo e correto

Este artigo foi feito com a estreita finalidade de criar uma definição consolidada, através de palavras mais simplistas, para podermos ajustar a verdadeira compreensão sobre o tema.

Sabe o que é verdadeiramente interessante? É grande o número de pessoas que acabam se ocupando em relatos que pensam ser injustos. Na TV, por exemplo, não são poucos os casos de corrupção na política.

Felizmente ou infelizmente, não é sempre que a visão de justiça é igual: ao consultarmos diferentes vistas para o mesmo caso, opiniões diferentes sempre aparecem. Dentro disso, não é necessário muito esforço para conseguirmos obter pelo menos uma única opinião divergente dentro do fato.

Entrando na parte Teológica

Já partindo para uma vista mais teológica sobre o assunto, é comum divergir quando assunto é justiça. É realmente difícil associar uma ideia de divino junto aos atos injustos. Na verdade, é muito contrário disso: é possível explicar diversas injustiças no qual geralmente nos deparamos diretamente com o cotidiano.

Será que deus realmente é responsável por direcionar o tom dos justos e injustos? O ser humano não é diretamente responsável pelos seus atos? Pois é! Em premissa, muitas destas dúvidas aparecem indiretamente no mundo do direito em geral.

Você analisa os acontecimentos?

Outo fato que acaba nos deixando cegos para a realidade de fato é a constante dificuldade que temos para finalmente pensar nos verdadeiros fatos. Ao associar este problema junto a reação das ações anteriores, a gama de informação que nós constantemente nos deparamos diariamente acaba nos deixando confusos, não identificando direito todos os fios de pensamento.

O processo em si geralmente nos tira do caminho estreito sobre a verdadeira maneira no qual o universo aparece em nossa vista, tais como as funcionalidades controladas e incontroladas em nossa vida.

De maneira conceitual, ao julgarmos algo injusto, tal coisa acaba ajustando-se quase que naturalmente no futuro. Não obstante a isso, tal momento não deve consistir dentro de uma reação natural. Utilizando este conhecimento, entenda que nós somos sempre ansiosos frente a calma natureza.

Nós como seres humanos, não podemos esquecer que somos ferramentas naturais que devem sempre percorrer o senso conceitual de justiça.

Quando um crime é feito, seja ele qual for, todas as vistas devem ser analisadas. Quer um exemplo que pode literalmente explodir a sua cabeça:

Imagina um homem, com transtornos mentais constantes e sem controle de suas ações, acaba matando um pai de família. Na sua visão, como a justiça deveria ser feita? Matando-o? Pretendendo por toda a vida? Bom, caso você esteja no time do “não”, como ficaria a família que acabou de perder o pai? Pois é, meu caro leitor: dentro desta vida, seu olho deve ser sempre treinado para considerar todos os lados, independente do absurdo que tal lado apareça. Analise e trabalhe forte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top